13-08-2020 Quinta-feira 01:30
Macau

The Macao SAR Government will ban unmanned aircraft activities in certain zones in Macao during the helicopter sightseeing tours, between 14:00 to 18:00 on Wednesdays to Sundays from 31 July to 30 August 2020, to ensure that the tours will take place in a safe environment.

For details, please refer to the news release issued by the Civil Aviation Authority on 29 July 2020 with link as follows:  https://www.aacm.gov.mo/news_detail.php?pageid=88&id=569&timetrue=2020-07-29&lg=eng




Descobrir a aviação

Q11
O que fazem os marshallersdas aeronaves?

Os marshallers das aeronaves, através de meios visuiais ou outros, orientam o movimento das aeronaves no solo para efeitos de estacionamento, circulação e local de aterragem e para o pushback e ainda o reboque das aeronaves na rampa e na pista.

1500268078162918.jpg

Q12
Como é feita a designação numérica de uma pista?

As pistas são geralmente designadas de acordo com sua posição magnética (a direção da partida que é "apontada para"). A designação da pista não é representado por graus, mas encontra-se codificada no número mais aproximado da décima parte (graus arredondados dividido por 10) do azimute magnético da directriz da pista, medido a partir da direcção magnética, no sentido do movimento dos ponteiros do relógio. Uma vez que cada pista tem dois terminais para descolagens e aterragens, tem consequentemente duas designações.

Tomemos o Aeroporto Internacional de Macau, a título de exemplo. As designações das respectivas pistas são "16" e "34". 

Pista 16: 163/10 => 16.3 => 16 (arredondado)

Pista 34: 343/10 => 34.3 => 34 (arredondado)

1500266940428983.jpg


Q13
O que é uma caixa negra? Qual a origem do nome? Onde está localizada?

Um gravador de voo, conhecido informalmente como caixa negra, é um dispositivo electrónico de gravação colocado numa aeronave com o objectivo de facilitar a investigação de acidentes e incidentes da aviação. Está localizado na parte de trás da aeronave, onde é mais provável que sobreviva em caso de acidente.

Apesar de ser habitualmente denominada como a caixa negra, a sua cor é cor-de-laranja brilhante para ser facilmente visível no meio de destroços. Durante o período de 1940 a 1945, novas inovações electrónicas foram adicionadas, de forma regular, às aeronaves. Os protótipos foram grosseiramente cobertos por caixas metálicas feitas à mão, pintadas de negro para evitar reflexos luminosos. Após algum tempo, qualquer nova peça electrónica era referida como a “caixa negra”.

Um gravador de voo tem duas componentes: um gravador de dados de voo (FDR) e um gravador de voz da cabina de pilotagem (CVR).

  • Gravador de dados de vôo (FDR): aparelho electrónico utilizado para gravar as instruções enviadas a qualquer sistema electrónico da aeronave. Grava parâmetros de vôo significativos, que incluem posições de controlo e actuação, informação dos motores, altitude, velocidade de ar frontal e direcção, hora, etc..

  • Gravador de voz da cabina de pilotagem (CVR): um aparelho electrónico utilizado para gravar o som ambiente na cabina de pilotagem de uma aeronave, que inclui a conversação da tripulação de voo, as comunicações de rádio entre a cabina de pilotagem e terceiros (incluindo as comunicações com os controladores de tráfego aéreo), bem como os sons ambientais e os barulhos dos motores.

Q14
O que é a “síndrome da classe económica”?

A síndrome da classe económica (trombose venosa profunda) está directamente relacionada com a imobilidade durante períodos longos em que o sangue desce às pernas, aumentando o risco de formação de coágulos, que ocorre durante (ou logo a seguir) a um vôo de longo curso, especialmente em classe económica (classe turística) onde há menos espaço alocado a cada passageiro. A tendência para a imobilidade é muitas vezes agravada pelo sinal de apertar o cinto, pela presença de carrinhos de serviço nos corredores, etc. Em casos mais sérios, os coágulos de sangue podem ser transportados até aos pulmões e bloquear as veias conduzindo a dificuldades respiratórias e mesmo à morte.

Outros factores de risco que contribuem para a síndrome são a baixa pressão de oxigénio e a desidratação. Alterações na pressão do oxigénio na cabina tendem a fazer descer o nível de oxigénio no sangue. O ar na cabina não tem o grau normal de humidade o que contribui para a desidratação. O consumo de café, chá e bebidas alcoólicas (todos eles diuréticos) também contribuem para que os passageiros fiquem desidratados.

A síndrome de classe económica não se confina a esta classe do avião. É recomendado que todas as pessoas que viajem de avião, independentemente da classe em que estejam localizadas, bebam muita água e movimentem as suas pernas, andando sempre que possível e flectindo e esticando os tornozelos, joelhos e ancas para minimizar o risco da síndrome da classe económica.

1498796419118066.jpg

< 12 >